VMware Hands-on Labs - HOL-1710-SDC-6-PT


Visão geral do laboratório - HOL-1710-SDC-6 - O que há de novo: vSphere with Operations Management

Orientação de laboratório


Este laboratório apresentará os novos recursos no vSphere with Operations Management.  As ações neste laboratório serão feitas passo a passo; portanto, não é necessária nenhuma experiência básica no vSOM, embora isso seja útil.  Se você quiser aprender os fundamentos, a VMware recomenda a realização do laboratório intitulado "HOL-SDC-1710 - 1 " - Introdução ao vSphere with Operations Management - Os fundamentos."

Este laboratório prático usa uma versão beta do vCenter, do vSphere e do ESXi, que ainda está em pleno desenvolvimento antes da versão final. Os recursos do produto incluídos neste laboratório estão sujeitos a alterações e não há compromisso por parte da VMware de fornecê-los em qualquer produto geralmente disponível.

O laboratório contém um módulo:

Módulo 1: O que há de novo no vSphere(90 minutos - básico)

A versão mais recente do vSphere inclui muitos aprimoramentos para recursos já desenvolvidos, como o vMotion, além de vários novos recursos que continuam a destacar o vSphere da concorrência. Este módulo descreverá esses aprimoramentos e como eles agregarão valor aos clientes da VMware.

Responsáveis pelo laboratório:

Este manual de laboratório pode ser obtido por download no site de Documentos do laboratório prático que se encontra aqui:

http://docs.hol.vmware.com

Este laboratório pode estar disponível em outros idiomas.  Para definir sua preferência de idioma e ter um manual localizado implantado com seu laboratório, este documento pode orientá-lo pelo processo:

http://docs.hol.vmware.com/announcements/nee-default-language.pdf


 

Isenção de responsabilidade

Esta sessão pode conter recursos de produtos que estão sendo desenvolvidos no momento.

Esta sessão/visão geral da nova tecnologia não representa compromisso por parte da VMware de fornecer esses recursos em qualquer produto geralmente disponível.

Como os recursos estão sujeitos à alteração, não devem ser incluídos em contratos, ordens de compra nem em acordos de venda de nenhum tipo.

A viabilidade técnica e a demanda de mercado afetarão a entrega final.

Os preços e pacotes de qualquer nova tecnologia ou recurso discutido ou apresentado não foram determinados.

 

 

Saiba mais - laboratórios externos

Como você é uma das primeiras pessoas no mundo a experimentar essa nova versão do vSphere with Operations Management, por meio do programa de visualização técnica, esperamos que entenda que algumas funções ainda não estão prontas! Visite este laboratório novamente, pois ele será atualizado quando houver uma versão mais completa.

Enquanto isso, se você estiver interessado em obter uma introdução ao vSphere with Operations Management atual, confira o laboratório HOL-SDC-1610: Virtualização 101: vSphere with Operations Management 6.

Ou se você preferir ver como o vSphere with Operations Management atual pode ajudá-lo a cumprir metas mais avançadas dentro e fora do seu data center, confira o laboratório HOL-SDC-1602: vSphere with Operations Management 6: Tópicos avançados.

 

 

Local do console principal

 

  1. A área dentro da caixa VERMELHA contém o console principal.  O Manual do laboratório está na guia à direita do console principal.
  2. Um laboratório específico pode ter outros consoles em guias separadas na parte superior esquerda. Se necessário, você será direcionado para abrir outro console específico.
  3. Seu laboratório começa com 90 minutos no cronômetro.  Não é possível salvar o laboratório.  Você deve fazer todo o seu trabalho durante a sessão do laboratório.  No entanto, é possível clicar em EXTEND para estender o tempo.  Se você estiver em um evento da VMware, poderá estender o tempo do laboratório duas vezes, por no máximo 30 minutos.  Cada clique acrescenta 15 minutos.  Fora de eventos da VMware, você pode estender o tempo do seu laboratório por no máximo nove horas e 30 minutos. Cada clique acrescenta uma hora.

 

 

Métodos alternativos de entrada de dados por teclado

Durante este módulo, digite o texto no console principal. Além da digitação direta, há dois métodos muito práticos que facilitam a entrada de dados complexos.

 

 

Clicar e arrastar conteúdo do manual do laboratório para a janela ativa do console

Você também pode clicar e arrastar textos e comandos da interface de linha de comando (CLI, Command Line Interface) diretamente do Manual do laboratório para a janela ativa no console principal.  

 

 

Acesso ao teclado internacional on-line

 

Você pode também usar o teclado internacional on-line do console principal.

  1. Clique no ícone de teclado que fica na barra de tarefas de Início Rápido do Windows.

 

 

Clicar uma vez na janela ativa do console

 

Neste exemplo, você utilizará o teclado on-line para inserir o sinal "@" usado em endereços de e-mail. Nos layouts de teclado US, pressione as teclas Shift+2 para inserir o sinal "@".

  1. Clique uma vez na janela ativa do console.
  2. Clique na tecla Shift.

 

 

Clicar na tecla @

 

  1. Clique na tecla"@".

Observe o sinal @ inserido na janela ativa do console.

 

 

Solicitação ou marca d'água de ativação

 

Quando você iniciar o laboratório pela primeira vez, talvez observe uma marca d'água na área de trabalho, que indica que o Windows não está ativado.  

Um dos principais benefícios da virtualização é que as máquinas virtuais podem ser movidas e executadas em qualquer plataforma.  Os laboratórios práticos utilizam esse benefício, e é possível executá-los em vários data centers.  No entanto, esses data centers podem não ter processadores idênticos, o que aciona uma verificação de ativação da Microsoft pela Internet.

A VMware e os laboratórios práticos estão em total conformidade com os requisitos de licenciamento da Microsoft.  O laboratório que você está usando é um pod autocontido e não tem acesso completo à Internet, o que é necessário para que o Windows verifique a ativação.  Sem o acesso completo à Internet, esse processo automatizado falha e essa marca d'água é exibida.

Esse problema superficial não afeta seu laboratório.  

 

 

Observar a parte inferior direita da tela

 

Verifique se foram concluídas todas as rotinas de inicialização do seu laboratório e se ele está pronto para você começar. Se aparecer algo diferente de "Ready", aguarde alguns minutos.  Após cinco minutos, se o laboratório ainda não aparecer como "Ready", peça ajuda.

 

Módulo 1: O que há de novo no vSphere (90 minutos)

vCenter Server Appliance (VSCA)


A próxima versão do vCenter apresenta uma opção nativa para proteger uma implantação do vCenter contra falhas em hardware, hosts e serviços do vCenter Appliance.  


 

vCenter High Availability

 

A configuração de alta disponibilidade envolve a implantação de um nó passivo do vCenter e de um nó de testemunha, além do nó ativo do vCenter que você está tentando proteger. Os três nós formam o cluster vCenter HA.

 

 

Simulação interativa do laboratório prático: vCenter High Availability

Esta demonstração o guiará pela configuração do vCenter High Availability

 

vCenter Appliance Management


A UI de gerenciamento do vCenter Server Appliance (anteriormente conhecida como VAMI) serve como um ponto de controle para monitorar e gerenciar o vCenter no nível do appliance, mesmo quando a interface do vSphere Web Client está desativada. Além de definir e editar as configurações de hora e de rede, verificar automaticamente as atualizações do appliance e editar as credenciais de login, você poderá monitorar a utilização de recursos, monitorar o banco de dados do vCenter por tipo de dados e ser alertado quando certos limites de capacidade do banco de dados forem atingidos.

A UI de gerenciamento do Appliance é totalmente em HTML, sem nenhuma dependência de plug-ins Flash. 

Nesta lição, você realizará duas tarefas:


 

Iniciar o Google Chrome

 

Se o Google Chrome ainda não estiver em execução, clique duas vezes no ícone Google Chrome na área de trabalho do console principal ou clique no ícone na barra Início rápido.

 

 

Faça login no console de gerenciamento do vCenter Appliance

 

  1. Clique no item de menu "RegionA vCenter App".
  2. Digite root no campo User name.
  3. Digite VMware1! no campo Password.
  4. Clique no botão "Login".

 

 

Monitorar a integridade, a utilização de recursos e o uso do banco de dados do vCenter Server Appliance

 

Depois de fazer login, você verá a página Summary da UI de gerenciamento do Appliance. A página Summary mostra as informações básicas de integridade do appliance, bem como as técnicas para fazer backup do appliance (consulte o laboratório Backup e restauração), criar um pacote de suporte e executar operações de reinicialização e desligamento do appliance.

Os identificadores de integridade no appliance são baseados na capacidade alcançada pela CPU, pela memória e pelo banco de dados. O identificador de integridade geral também mudará para amarelo ou laranja se uma atualização do appliance estiver disponível, dependendo da gravidade da atualização.

 

 

CPU e memória

 

  1. Clique na guia "CPU and Memory" no painel de navegação à esquerda. Você pode monitorar as tendências de utilização de CPU e memória do appliance durante um trimestre, o que pode ser usado para solucionar problemas do appliance e de uso dos recursos do vCenter Server.
  2. Passe o mouse sobre os gráficos de CPU e memória para ver o uso (%) em uma determinada data e hora.

Observação: o laboratório poderá mostrar "No Data to Display" devido à natureza dos laboratórios e ao curto período de execução.

 

 

Banco de dados

 

  1. Clique na guia "Database" no painel de navegação.
  2. A UI de gerenciamento do Appliance fornece um dashboard do uso, por tipo de dados, do banco de dados Postgres integrado ao vCenter Server Appliance, bem como a tendência de utilização de espaço com opções para ver qualquer um ou todos os tipos de dados maiores (Statistics, Events, Alarms e Tasks, conhecidos como dados SEAT). Você também será alertado no vSphere Web Client quando certos limites de capacidade forem atingidos.
  3. Passe o mouse sobre os gráficos de linha de tendências de utilização de espaço atual para ver os detalhes da porcentagem de utilização do banco de dados Postgres do vCenter por tipo de dados.

Observação: o laboratório poderá mostrar "No Data to Display" devido à natureza dos laboratórios e ao curto período de execução.

 

 

Sistema de rede

 

  1. Clique na guia "Networking" no painel de navegação.
  2. Você pode monitorar o sistema de rede na UI de gerenciamento do Appliance. Na guia Networking, no menu à esquerda, selecione a guia Monitor para ver a utilização da rede.

Você pode ajustar a duração para 1 dia, 1 semana, 1 mês ou 1 trimestre.

Observação: o laboratório poderá mostrar "No Data to Display" devido à natureza dos laboratórios e ao curto período de execução.

 

Como começar a usar o Update Manager


Integração do vSphere Update Manager

A próxima versão do vSphere Update Manager está integrada ao vCenter Server Appliance e é fornecida como um serviço opcional. A partir da próxima versão do vSphere, você não poderá mais conectar uma instância do vSphere Update Manager instalado em uma máquina Windows Server com o vCenter Server Appliance. Ocorrerá um erro ao tentar conectar o vSphere Update Manager ao vCenter Server Appliance durante a instalação em um sistema operacional Windows.

Para usar o vSphere Update Manager Server no vCenter Server Appliance, inicie o serviço VMware vSphere Update Manager Extension. O vSphere Update Manager implantado com o vCenter Server Appliance usa um banco de dados PostgreSQL. Embora o vSphere Update Manager e o vCenter Server Appliance compartilhem a mesma instância do banco de dados PostgreSQL, eles usam bancos de dados PostgreSQL separados executados no vCenter Server Appliance. Se for necessário redefinir o banco de dados do vSphere Update Manager, o banco de dados do vCenter Server Appliance permanecerá intacto.

O vSphere Update Manager possibilita o gerenciamento centralizado e automatizado de patches e versões para o VMware vSphere e é compatível com hosts VMware ESXi, máquinas virtuais e appliances virtuais.

Com o vSphere Update Manager, você pode executar as seguintes tarefas:

vSphere Update Manager Web Client


 

Vídeo: Upgrade do VMware Tools usando o vSphere Update Manager (5min14s)

 
 

É possível também usar o vSphere Update Manager para atualizar o VMware Tools em uma máquina virtual.  O vídeo descreve o processo.

 

Biblioteca de conteúdo


A biblioteca de conteúdo é um recurso que foi introduzido com o vSphere 6 e aprimorado na versão mais recente do vSphere. A biblioteca de conteúdo proporciona um modo simples e eficiente de gerenciar o conteúdo, como templates de VMs, vApps, imagens ISO e scripts. Os aprimoramentos feitos na biblioteca de conteúdo incluem montagem ISO em uma VM diretamente da biblioteca de conteúdo, personalização do SO guest da VM, recursos simplificados de atualização de item da biblioteca e otimizações no fluxo de conteúdo entre os vCenter Servers.

Os aprimoramentos da biblioteca de conteúdo na próxima versão do vSphere devem incluir:

Nesta lição, você aprenderá a:


 

Iniciar o Google Chrome

 

Se o Google Chrome ainda não estiver em execução, clique duas vezes no ícone Google Chrome na área de trabalho do console principal ou clique no ícone na barra Início rápido.

 

 

Implantar uma VM com o SO guest personalizado por meio da biblioteca de conteúdo

Você usará um template de VM a partir de uma biblioteca de conteúdo para implantar uma máquina virtual e fazer uma personalização do SO guest no mesmo assistente.

 

 

Fazer login no vCenter

 

Fazer login no RegionA vCenter

  1. Clique em "RegionA vCenter" na barra de ferramentas de itens de menu.
  2. Digite administrator@vsphere.local no campo User name.
  3. Digite VMware1! no campo Password.
  4. Clique no botão "Login".

 

 

Navegar até Content Libraries

 

  1. Clique em "Content Libraries" no painel de conteúdo.

 

 

Selecionar a biblioteca de conteúdo

 

  1. Selecione os "Templates" da biblioteca no painel de navegação à esquerda.
  2. Selecione a guia "Templates" no painel de conteúdo.
  3. Selecione a linha do template "Tiny-VM" e tente não clicar no nome "Tiny-VM". Isso levará você à página de resumo dos templates.

 

 

Implantar a máquina virtual

 

  1. Selecione uma ação "New VM from Library…".

 

 

Assistente New Virtual Machine from Content Library - Select name and location

 

  1. Digite Tiny-VM no campo de nome para especificar um nome para a VM recém-criada.
  2. Selecione "RegionA01" como a localização do data center ou da pasta.
  3. Marque a caixa de seleção “Customize the operating system” na parte inferior.
  4. Clique no botão "Next" para avançar até a próxima opção.

 

 

Assistente New Virtual Machine from Content Library - Customize Guest OS

 

  1. Clique no ícone “Create a new specification” na parte superior para criar uma nova especificação.
  2. Clique no botão "Next" para avançar até a próxima opção.

Observação: isso gera o assistente Guest Customization.  O outro assistente continua em execução.

 

 

Assistente New VM Guest Customization Spec - Specify Properties

 

  1. Digite New Spec no campo Customization Spec Name e sobrescreva qualquer texto existente.  O campo de descrição é opcional.
  2. Clique no botão "Next" para avançar até a próxima opção.

 

 

Assistente New VM Guest Customization Spec - Set Computer Name

 

  1. Selecione o botão de opção "Use the virtual machine name" para Computer Name.
  2. Digite corp.local no campo Domain Name.
  3. Clique no botão "Next" para avançar até a próxima opção.

 

 

Assistente New VM Guest Customization Spec - Time Zone

 

  1. Selecione "US" na caixa suspensa Area.  Depois de clicar na seta do menu suspenso, você pode digitar US para localizar "US" rapidamente.
  2. Selecione "Pacific" para Location.  O padrão para "Hardware Clock Set To" deve permanecer UTC.
  3. Clique no botão "Next" para avançar até a próxima opção.

 

 

Assistente New VM Guest Customization Spec - Configure Network

 

  1. Verifique se o botão de opção "Use Standard network settings...." está acionado.
  2. Clique no botão "Next" para avançar até a próxima opção.

 

 

Assistente New VM Guest Customization Spec - Enter DNS and Domain Settings

 

  1. Digite 192.168.110.10 no campo Primary DNS. O campos Secondary e Tertiary DNS podem permanecer em branco.
  2. Digite corp.local no campo DNS Search Path.
  3. Clique no botão Add para adicionar corp.local a DNS Search Path, o que moverá "corp.local" para a caixa abaixo.
  4. Clique no botão "Next" para avançar até a próxima opção.

 

 

Assistente New VM Guest Customization Spec - Ready to complete

 

  1. Revise as configurações do assistente.
  2. Clique em "Finish" para salvar as alterações.

Observação: isso concluirá o assistente "New VM Guest Customization Spec", e você voltará ao assistente "New Virtual Machine from Content Library".

 

 

Assistente New Virtual Machine from Content Library - Customize Guest OS - continuação...

 

  1. Selecione "New Spec", que é a Custom Guest OS Specification recém-criada.
  2. Clique no botão "Next" para avançar até a próxima opção.

 

 

Assistente New Virtual Machine from Content Library - Customize Guest OS

 

  1. Selecione o cluster "RegionA01-COMP01" como a localização de destino.
  2. Clique no botão "Next" para avançar até a próxima opção.

Observação: a conclusão pode demorar alguns segundos.

 

 

Assistente New Virtual Machine from Content Library - Review details

 

  1. Existe uma caixa de texto amarela mostrando que nosso OVF contém algumas configurações avançadas.  Este é o comportamento esperado.
  2. Clique no botão "Next" para avançar até a próxima opção.

 

 

Assistente New Virtual Machine from Content Library - Select storage

 

  1. Selecione "Thin Provisioned" no menu suspenso "Select virtual disk format".  Devido às limitações de armazenamento do laboratório, não escolheremos a opção "Thick provision".
  2. Clique no botão "Next" para avançar até a próxima opção.

 

 

Assistente New Virtual Machine from Content Library - Ready to complete

 

  1. Deixe "VM-RegionA01-vDS-COMP" como a Destination Network padrão.
  2. Clique no botão "Next" para avançar até a próxima opção.

 

 

Assistente New Virtual Machine from Content Library - Ready to complete

 

  1. Revise as configurações do assistente.
  2. Clique em "Finish" para salvar as alterações.

Observação: isso conclui o assistente "New Virtual Machine from Content Library".

 

 

Verificar o status da implantação

 

  1. Localize e clique em "Recent Tasks" no painel de conteúdo para verificar o status da implantação.
  2. Depois de concluído, você verá um erro.  Esse é o comportamento esperado porque não podemos adicionar máquinas Linux ao domínio.

Observação: você acabou de implantar uma VM a partir de um template na biblioteca de conteúdo.

 

 

Verificar a nova VM

 

  1. Clique no botão "Home" na parte superior do vSphere Web Client.
  2. Selecione "VMs and Templates” no menu suspenso.

 

 

Verificar a nova VM - continuação...

 

  1. Selecione "vcsa-01a.corp.local" no painel de navegação à esquerda.
  2. Selecione a guia "VMs" no painel de conteúdo.
  3. Verifique se a opção "Virtual Machines" está selecionada no submenu.
  4. Você deve ver "Tiny-VM" na lista de VMs.

Observação: isso conclui a lição sobre implantação de uma VM a partir da biblioteca de conteúdo.  Em seguida, sincronizaremos o conteúdo.

 

 

Sincronizar o conteúdo rapidamente entre os vCenter Servers em HTTP

Durante esta tarefa, distribuiremos o conteúdo entre dois vCenter Servers em HTTP utilizando a funcionalidade Publish-Subscribe da biblioteca de conteúdo. Primeiro, você faremos isso usando um fluxo de trabalho regular. Depois, usaremos uma otimização que foi criada especificamente para fornecer melhor fluxo contínuo de dados em HTTP. Por fim, você fará uma comparação entre dois tempos de execução de fluxo contínuo de dados para ver o ganho de desempenho.

Essa opção de otimização é fornecida com limitações:

 

 

Como navegar até Content Libraries

 

  1. Selecione o ícone "Home" na parte superior da tela.
  2. Selecione o ícone "Home" no menu suspenso.

 

 

Como navegar até Content Libraries - continuação...

 

Você ainda deve estar conectado ao vCenter.

  1. Clique no ícone "Content Libraries" no painel de conteúdo.

 

 

Editar as configurações da biblioteca de conteúdo

 

  1. Clique com o botão direito do mouse em "ContentLibraryA" no painel de navegação à esquerda.
  2. Clique em "Edit Settings..." no menu suspenso.

 

 

Sincronização regular da biblioteca de conteúdo em HTTP

 

  1. Clique em "Copy Link" para colocar o URL de Subscription URL na área de transferência.
  2. Verifique se a caixa de seleção "Authentication" está desmarcada.
  3. Clique no botão "OK" para salvar as alterações.

 

 

Como navegar até o assistente Create new content library

 

  1. Selecione "Content Libraries" na parte superior do painel de navegação à esquerda. Sua tela deve corresponder a esta.
  2. Clique na guia "Getting Started" na parte superior do painel de conteúdo.
  3. Clique no link "Create new content Library" na parte inferior da página. Há um volume considerável de conteúdo, então talvez você precise usar a barra de rolagem para visualizar o link.

 

 

Assistente New Content Library - Name and location

 

  1. Digite ContentLibrarySub no campo Name.  O campo Notes pode permanecer em branco.
  2. Selecione "vcsa-01b.corp.local" no menu suspenso vCenter Server.
  3. Clique no botão "Next" para avançar até a próxima opção.

 

 

Assistente New Content Library - Configure content library

 

  1. Selecione o botão de opção "Subscribed content library”.
  2. Pressione as teclas "Control" e "V" juntas enquanto passa o mouse sobre o campo Subscription URL.
  3. Selecione o botão de opção ”Download all library content immediately”.
  4. Clique no botão "Next" para avançar até a próxima opção.

 

 

Assistente New Content Library - Add storage

 

  1. Selecione o botão de opção "Select a datastore".
  2. Selecione o botão de opção "RegionB01-ISCSI01-COMP01".
  3. Clique no botão "Next" para avançar até a próxima opção.

 

 

Assistente New Content Library - Ready to complete

 

  1. Revise as configurações do assistente.
  2. Clique em "Finish" para salvar as alterações.

Observação: isso conclui o assistente "New Content Library".

 

 

Criar uma biblioteca de conteúdo para o vCenter B

 

  1. Selecione "Content Libraries" no painel de navegação à esquerda.
  2. Selecione a guia "Objects" no painel de conteúdo à direita.
  3. Você deverá ver o resumo de "ContentLibrarySub" e observar "Subscribed" na coluna "Type".

 

 

Conclusão

 

Concluímos esta lição.  Nesta lição, você aprendeu como implantar uma VM sem o SO guest personalizado por meio da biblioteca de conteúdo e sincronizar seu conteúdo rapidamente entre os vCenter Servers em HTTP.  Agora, vamos finalizar este módulo:

  1. Clique no seta para baixo ao lado do nome do usuário conectado.
  2. Selecione "Logout" no menu suspenso.

 

Introdução ao Storage IO Control (SIOC)


Este módulo abrange a integração do gerenciamento baseado em algumas política novas com o Storage IO Control. Por meio desta integração, você pode definir os limites de E/S, as reservas e os compartilhamentos como parte de suas políticas de armazenamento e aplicá-los às máquina virtuais.

Nesta lição, você navegará por algumas das principais telas dessas novas funcionalidades e conhecerá os novos recursos.

Você criará três políticas de armazenamento e configurará uma VM para usar uma política.


 

Iniciar o Google Chrome

 

Se o Google Chrome ainda não estiver em execução, clique duas vezes no ícone Google Chrome na área de trabalho do console principal ou clique no ícone na barra Início rápido.

 

 

Fazer login no vCenter

 

Faça login em RegionA vCenter.

  1. Clique em "RegionA vCenter" na barra de ferramentas do item de menu.
  2. Digite administrator@vsphere.local no campo User name.
  3. Digite VMware1! no campo Password.
  4. Clique no botão "Login".

 

 

Navegar até VM Storage Policies

 

1.  Clique em "Policies and Profiles" no painel de navegação à esquerda.

 

 

Navegar até VM Storage Policies

 

1.  Clique em "VM Storage Policies" na parte superior do painel de navegação à esquerda

2.  Clique em "Create VM Storage Policy" na parte superior do painel de navegação central

 

 

Criar políticas do Storage IO Control

 

Nesta tarefa, você criará uma política de armazenamento para o Storage IO Control. Você criará três políticas de armazenamento chamadas:

  1. Selecione vcsa-01a.corp.local na caixa suspensa do vCenter Server.

OBSERVAÇÃO: você precisará selecionar 'vcsa-01a.corp.local' no menu suspenso dos vCenter Servers.  Essa NÃOé a opção padrão.

 

 

Criar políticas do Storage IO Control

 

  1. Digite um nome "Preferred IO" e uma descrição de sua escolha.
  2. Clique em Next

 

 

Criar políticas do Storage IO Control

 

  1. Clique em Next.

 

 

Criar políticas do Storage IO Control

 

  1. Clique na caixa de seleção 'Use common rules in the VM storage policy'.
  2. Na seção de regras comuns, clique no botão "Add Component" e passe o mouse sobre o componente "DATASTORE_IO_CONTROL" da categoria IO Control e selecione "High IO shares allocation".

 

 

Criar políticas do Storage IO Control

 

  1. Desmarque a caixa 'Use rule-sets in the storage policy'.
  2. Clique em Next.

Clique em Finish na página Summary.

 

 

Criar Standard IO e Restricted IO

 

  1. Repita as etapas anteriores para criar uma nova política "Standard IO" com o componente "Normal IO shares allocation".
  2. Repita as etapas de 2 a 7 para criar uma nova política "Restricted IO" com o componente "Low IO shares allocation".
  3. Verifique se você criou as três políticas.

 

 

Aprovisionar uma máquina virtual com a política Standard IO

 

Use as políticas que foram criadas:

  1. Clique no ícone HOme na parte superior da página.
  2. Clique em "VMs and Templates".

 

 

Aprovisionar uma máquina virtual com a política Standard IO

 

Agora implantaremos uma VM a partir da biblioteca de templates usando a política Standard IO.

  1. Expanda a árvore de navegação em "vcsa-01a.corp.local" clicando no triângulo à esquerda.
  2. Clique com o botão direito do mouse em "RegionA01".
  3. Clique em "New Virtual Machine".
  4. Clique em "New VM from Library".

Uma janela será exibida para selecionar um template da biblioteca de conteúdo do vCenters.

 

 

Selecionar um template para implantar

 

1.  Selecione "Tiny-VM".

2.  Clique em Next.

 

 

Selecionar Name and Location of VM

 

  1. Nomeie a VM "sioc-001"
  2. Selecione o cluster "RegionA01".
  3. Clique em Next.

 

 

Configurar o sioc - 001

 

1.  Selecione "RegionA01-COMP01".

2.  Clique em Next.

 

 

Configurar o sioc - 001

 

  1. Você pode ver uma mensagem de atenção em amarelo na página "Review details" que pode ser ignorada.
  2. Clique em Next.

 

 

Selecionar Storage

 

  1. Selecione o formato de disco virtual: Thin provision
  2. Selecione a política de armazenamento da VM: Standard IO
  3. Datastores: deixe RegionA01-ISCSI-COMP01 selecionado (única opção)
  4. Clique em Next.

 

 

Selecionar Network

 

  1. Certifique-se de que a rede seja "VM-RegionA01-vDS-COMP".
  2. Clique em Next.

Na tela Summary, clique em Finish.

 

 

Políticas de armazenamento

 

As políticas de armazenamento são definidas em um nível de disco.  Isso permite que você defina políticas de armazenamento diferentes para cada disco contido na VM.  Se a máquina "sioc-001" tiver vários discos, você poderá escolher uma política diferente para cada disco à medida que essa captura de tela é exibida.

 

HTML5 Host Client


O HTML5 Host Client é um novo produto projetado para substituir a funcionalidade de cliente host do cliente C# original. O layout da UI do H5 é semelhante ao vSphere Web Client para manter a consistência na navegação do fluxo de trabalho, embora ela seja simplificada nas áreas em que a funcionalidade vCenter não é exigida. Nas tarefas a seguir, navegaremos por algumas telas principais do novo cliente host para que você conheça a nova ferramenta.


 

Conectar-se ao host ESXi

 

  1. Abra o navegador Google Chrome clicando duas vezes no ícone "Google Chrome" na área de trabalho.

 

 

Fazer login no host ESXi

 

  1. Clique a pasta "HOST-HTML5" do item de menu.
  2. Clique em esx-01a para fazer login em esx-01a.
  3. Faça login com as seguintes credenciais.

                     User name: root

                     Password: VMware1!

4.     Clique em "Log in".

 

 

Página de confirmação

 

  1. Clique em "OK".

 

 

Árvore de inventário

 

Você verá os recursos básicos do host exibidos em um formato de árvore na lateral esquerda da UI, listando: Host, Virtual Machines, Storage e Networking.

Por exemplo, o painel de recursos do host descreve as informações sobre o tipo de CPU, a configuração da memória e as informações básicas de desempenho.

De modo semelhante, clique no tipo de recurso Virtual Machine para exibir uma lista de VMs que estão hospedados na máquina agora.

 

 

Como gerenciar tipos de recursos

 

  1. Clique com o botão direito do mouse no tipo de recurso de host para exibir uma lista de ações que podem ser executados no host.
  2. Abaixo de cada tipo de recurso também estão listadas as funcionalidades adicionais. Por exemplo, clique no link Manage abaixo do recurso Host para exibir as guias de configuração adicionais, como Advanced settings, Hardware, Licensing etc.

 

 

Como monitorar os tipos de recursos

 

Clicar com o botão esquerdo do mouse no link Monitor exibirá as informações sobre o desempenho, os eventos, as tarefas e os logs do tipo de recurso.

 

 

TAREFAS DE SOLUÇÃO DE PROBLEMAS

Um dos principais casos de uso para o cliente host está na solução de problemas da infraestrutura virtual, particularmente quando o vCenter Server e o vSphere Web Client ficam indisponíveis temporariamente para fazer a correção. Nessas situações, a principal tarefa é examinar os aplicativos essenciais em execução no host, examinar os logs e os eventos associados e realizar ações no host ou na VM para colocá-los novamente on-line.

 

 

Tarefa 1. Como analisar os logs, os eventos e as tarefas do host

 

  1. No painel de navegador à esquerda, selecione Host e depois Monitor.
  2. Selecione a guia Logs para ver uma lista de logs disponíveis para exibição.
  3. Selecione /var/log/vpxa.log para ver as mensagens relacionadas ao daemon vCenter. Como um auxílio da UI, você pode clicar com o botão direito do mouse em vpxa.log e selecionar “Open in new window” para ver as linhas adicionais do log. A pesquisa também pode ser feita nesta tela agora usando os recursos de pesquisa do navegador (por exemplo: Control-F).
  4. De modo semelhante aos Logs, a lista de Events e Tasks relacionadas no Host também pode ser exibida. Selecione Events para ver os eventos mais recentes, selecione a seta para baixo o ícone da coluna Events e selecione Filter, altere os critérios para “contains” e digite “logged in”para exibir os eventos de login mais recentes que ocorreram no host.

 

 

Como gerar o pacote de suporte do GSS

 

Normalmente, o GSS solicitará a geração de um pacote de suporte para ajudar a solucionar os problemas das SRs. O pacote de suporte inclui um snapshot do estado atual do host, os parâmetros de configuração e os logs relevantes.

  1. No painel de navegador à esquerda, selecione Host.
  2. Selecione Monitor.
  3. Selecione a guia Logs
  4. Selecione Generate support bundle (Observação: a geração de arquivos grandes de log em pacote pode demorar vários minutos)

 

 

Como gerar o pacote de suporte do GSS

 

O andamento será exibido na tela Recent Tasks na parte inferior da UI.

 

 

Confirmação do pacote de suporte

 

Depois que o pacote de suporte for concluído, você deverá fazer download ou poderá ignorar a solicitação e fazer download posteriormente.

 

Criptografar as VMs


Este módulo o guiará nos seguintes cenários:


 

Iniciar o Chrome

 

  1. Abra o navegador Google Chrome clicando duas vezes no ícone "Google Chrome" na área de trabalho.

 

 

Fazer login no vCenter

 

Fazer login no RegionA vCenter

  1. Clique no link na barra favoritos - RegionA vCenter
  2. Login: administrator@vsphere.local
  3. Password: VMware1!
  4. Clique em Login.

 

 

Configuração do servidor principal

 

Adicionaremos um servidor principal ao vCenter para RegionA01.

  1. Clique no ícone Home.
  2. Clique em vCenter Inventory Lists.

 

 

Navegar até vCenter List

 

  1. Em Resources, clique em vCenter Servers.

 

 

Selecionar vcsa-01a.corp.local

 

  1. Selecione vcsa-01a.corp.local no menu de navegação à esquerda.
  2. Selecione a guia Manage.
  3. Selecione a seção Key Management Servers.
  4. Clique no ícone Add Server (com um sinal de adição verde).

 

 

Adicionar servidor de KM

 

Na tela Add KM Server preencha o campo usando estas informações:

  1. Key server cluster: <Create new cluster>
  2. Cluster Name: Key Server Cluster
  3. Server Alias: KeyServer
  4. Server Address: kms-01a.corp.local
  5. Server Port:5696
  6. Em seguida, clique em OK.

 

 

Certificado confiável

 

Agora, vamos expressar confiança no certificado apresentado pelo KMS Server.

  1. Clique em Trust.

 

 

Servidor de KM configurado

 

Você deverá ver uma tela que mostra que o status de KM Server é Normal e o Certificate Status é válido. Talvez você precise ajustar as larguras das colunas ou navegar para a direita para ver todas as colunas.

 

 

 

Definir cluster padrão

 

Para criar uma política de criptografia, devemos marcar este cluster como padrão para ser usado durante a criação das políticas.

  1. Clique em Key Server Cluster.
  2. Clique em Set cluster as default.
  3. Em seguida, clique em Yes no pop-up de confirmação.

O próximo passo é criar uma política de criptografia.

 

 

Criar política de criptografia

 

  1. Clique no ícone Home na parte superior da página
  2. Clique em "Policies and Profiles".

 

 

Selecionar vcsa-01a.corp.local

 

  1. No menu suspenso vCenter Server, selecione 'vcsa-01a.corp.local'.

 

 

Navegar até Storage Policies

 

  1. Clique em VM Storage Policies.

 

 

Navegar até VM Storage Policies

 

1.  Clique em "VM Storage Policies" na parte superior do painel de navegação à esquerda

2.  Clique em "Create VM Storage Policy" na parte superior do painel de navegação central

 

 

Criar a nova política de armazenamento de VM

 

  1. Selecione vcsa-01a.corp.local no menu suspenso do vCenter Server.
  2. Name: My Encryption Policy
  3. Clique em Next.

 

 

Estrutura da política

 

  1. Essa é apenas uma página informativa, clique em Next.

 

 

Regras comuns

 

Esta tela tem várias etapas, então não clique em Next.

  1. Marque a caixa de seleção Use common rules in the VM storage policy.
  2. Clique no sinal de mais verde.
  3. Clique em Encryption.

Não clique em Next ainda.

 

 

Regras comuns

 

Ainda não clique em Next...

  1. Clique em Add Rule.
  2. Clique em vmcrypt.

 

 

Regras comuns

 

  1. Deixe Allow I/O filters before encryption como False.
  2. Agora clicamos em Next.

 

 

2b Rules-Set1

 

  1. Desmarque Use rules-sets in the storage policy.
  2. Clique em Next.

 

 

Compatibilidade de armazenamento

 

Essa é uma página de resumo, mostrando todos os armazenamentos que são compatíveis com a política criada.

  1. Clique em Next.

 

 

Pronto para concluir

 

  1. Clicar em Finish.

 

 

Como criptografar as VMs

 

Agora, vamos ver a política de criptografia que acabamos de criar em uso.  Criaremos uma VM.

  1. Clique no botão Home.
  2. Clique em vCenter Inventory Lists.

 

 

Navegar até Create VM

 

  1. Clique em Virtual Machines.

 

 

Criar VM

 

  1. Clique no ícone Create new VM.

 

 

Criar VM

 

  1. Selecione Create a new virtual machine na lista.
  2. Clique em Next.

 

 

Selecionar um nome e uma pasta

 

  1. Escreva MyEncryptedVM como nome da sua vm.
  2. Selecione RegionA01 em Location.
  3. Clique em Next.

 

 

Selecionar o recurso de processamento

 

  1. Selecione RegionA01-COMP01 como seu recurso de processamento (não há outra opção).
  2. Clique em Next.

Observe a marca verde em Compatibility.

 

 

Selecionar Storage

 

É aqui onde selecionamos a política de criptografia que foi criada.

  1. Em VM storage policy, na caixa suspensa, selecione My Encryption Policy.
  2. Selecione RegionA01-ISCSI01-COMP01 para Location.
  3. Clique em Next.

 

 

Selecionar Compatibility

 

  1. Mantenha a seleção de ESXi 6.5 and later.
  2. Clique em Next.

 

 

Selecionar um SO guest

 

  1. Mantenha as seleção padrão e clique em Next.

 

 

Personalizar hardware

 

  1. Expanda Detail de New Hard Disk.
  2. Altere o tamanho do disco para 1 GB (teremos problemas de capacidade no pod se não o reduzirmos isso)
  3. Verifique se My Encryption Policy está selecionado. Deve haver um cadeado ao lado de Disco antes da expansão dos detalhes.

 

 

Personalizar hardware

 

  1. Clique em VM Options.
  2. Expanda os detalhes em Encryption
  3. Selecione Required para Encrypted vMotion.
  4. Clique em Next.

 

 

Pronto para concluir

 

Agora estamos prontos para criar esta VM.

  1. Clicar em Finish.

 

Conclusion

Thank you for participating in the VMware Hands-on Labs. Be sure to visit http://hol.vmware.com/ to continue your lab experience online.

Lab SKU: HOL-1710-SDC-6-PT

Version: 20161212-055139