VMware Hands-on Labs - HOL-1701-USE-2-PT


Visão geral do laboratório - HOL-1701-USE-2 - vRealize Operations e vRealize Business: otimizar utilização de processamento

Visão geral do laboratório


Este laboratório se concentra em aprimorar o desempenho, evitar a interrupção e gerenciar proativamente o data center definido por software. Com monitoramento de desempenho e integridade incorporado em processamento, rede, armazenamento e aplicativos, orientaremos você pelas diferentes formas de solucionar problemas do ambiente rapidamente.  Começaremos com alertas prontos para uso baseados em métricas e técnicas de análise no vRealize Operations, depois expandiremos para os dados de log não estruturados com o Log Insight.  Em seguida, mostraremos como a combinação dos dois nos permitirá detectar e evitar problemas de forma proativa, reduzindo o tempo de inatividade. Mostraremos uma visão geral dos Pacotes de gerenciamento do vRealize Operation para expandir seus recursos de gerenciamento para mais serviços virtualizados, físicos e de aplicativos.

Um arquivo Readme.txt está incluído no desktop com informações de autenticação.

Lista de módulos de laboratório:

Responsáveis pelo laboratório:

Este manual de laboratório pode ser obtido por download no site de Documentos do laboratório prático que se encontra aqui:

http://docs.hol.vmware.com/

Este laboratório pode estar disponível em outros idiomas.  Para definir sua preferência de idioma e ter um manual localizado implantado com seu laboratório, este documento pode orientá-lo pelo processo:

http://docs.hol.vmware.com/announcements/nee-default-language.pdf


Orientação de laboratório


Observação: A conclusão deste laboratório levará mais de 90 minutos. Os módulos são independentes uns dos outros para que você possa partir do início de cada módulo e prosseguir a partir daí. Use o Índice para acessar qualquer módulo à sua escolha.

Ele pode ser acessado no canto superior direito do Manual do laboratório.


 

Local do console principal

 

  1. A área dentro da caixa VERMELHA contém o console principal.  O Manual do laboratório está na guia à direita do console principal.
  2. Um laboratório específico pode ter outros consoles em guias separadas na parte superior esquerda. Se necessário, você será direcionado para abrir outro console específico.
  3. Seu laboratório começa com 90 minutos no cronômetro. Não é possível salvar o laboratório. Você deve fazer todo o seu trabalho durante a sessão do laboratório. No entanto, é possível clicar em EXTEND para aumentar o tempo. Se você estiver em um evento da VMware, poderá estender o tempo do laboratório duas vezes, por no máximo 30 minutos. Cada clique acrescenta 15 minutos. Fora de eventos da VMware, você pode estender o tempo do seu laboratório por no máximo nove horas e 30 minutos. Cada clique acrescenta uma hora.

 

 

Solicitação ou marca d'Água de ativação

 

Ao iniciar o laboratório pela primeira vez, talvez você observe uma marca d'água na área de trabalho, que indica que o Windows não está ativado.

Um dos principais benefícios da virtualização é que as máquinas virtuais podem ser movidas e executadas em qualquer plataforma.  Os laboratórios práticos utilizam esse benefício, e é possível executá-los em vários data centers.  No entanto, esses data centers podem não ter processadores idênticos, o que aciona uma verificação de ativação da Microsoft pela Internet.

A VMware e os laboratórios práticos estão em total conformidade com os requisitos de licenciamento da Microsoft.  O laboratório que você está usando é um pod autocontido e não tem o acesso completo à Internet necessário para que o Windows verifique a ativação.  Sem o acesso completo à Internet, esse processo automatizado falha e essa marca d'água é exibida.

Esse problema superficial não afeta seu laboratório.

 

 

Métodos alternativos de entrada de dados por teclado

Durante este módulo, digite o texto no console principal. Além da digitação direta, há dois métodos muito práticos que facilitam a entrada de dados complexos.

 

 

Clicar e arrastar conteúdo do manual do laboratório para a janela ativa do console

Você pode também clicar e arrastar textos e comandos da interface de linha de comando (CLI, Command Line Interface) diretamente do Manual do laboratório para a janela ativa no console principal.

 

 

Acesso ao teclado internacional on-line

 

Você pode também usar o teclado internacional on-line do console principal.

  1. Clique no ícone de teclado que fica na barra de tarefas de Início Rápido do Windows.

 

 

Clicar uma vez na janela ativa do console

 

Neste exemplo, você utilizará o teclado on-line para inserir o sinal "@" usado em endereços de e-mail. Nos layouts de teclado US, pressione as teclas Shift+2 para inserir o sinal "@".

  1. Clique uma vez na janela ativa do console.
  2. Clique na tecla Shift.

 

 

Clicar na tecla @

 

  1. Clique na tecla "@".

Observe o sinal @ inserido na janela ativa do console.

 

 

Observar a parte inferior direita da tela

 

Verifique se foram concluídas todas as rotinas de inicialização do seu laboratório e se ele está pronto para você começar. Se aparecer algo diferente de "Ready", aguarde alguns minutos.  Se o laboratório ainda não aparecer como "Ready" após cinco minutos, peça ajuda.

 

Módulo 1 - Capacidade em risco (15 minutos)

Introdução à Capacidade em risco


Neste módulo, identificaremos objetos que estão passando por problemas de integridade ou estão em risco de esgotamento de um recurso determinado. Usando ferramentas de alertas e análise, o vRealize Operations indicará quais máquinas virtuais estão sobrecarregadas devido a restrições de recursos e que procedimento poderia ser aplicado para resolver esta restrição.  Os alertas gerados no vRealize Operations Manager são exibidos nas listas de alertas. As listas de alertas são usadas para investigar, resolver e iniciar a solução de problemas no seu ambiente.

Neste cenário, você investigará e resolverá o problema de uma máquina virtual que apresentou alto uso de memória inesperadamente e causou um alerta.  Primeiro, descreveremos os principais indicadores que aparecem na tela de resumo.


 

Indicador de integridade - Problemas imediatos

 

O widget de Health (Integridade) é o status dos alertas relacionados à integridade dos objetos que estão sendo monitorados pelo vRealize Operations Manager. Normalmente, os alertas de integridade exigem atenção imediata. Você pode criar um ou mais widgets de integridade para diferentes objetos que você adicionar aos seus dashboards personalizados.

 

 

Risco - Problemas futuros

 

O widget de Risk (Risco) é o status dos alertas relacionados a risco dos objetos monitorados. Os alertas de risco no vRealize Operations Manager geralmente indicam que você deve investigar problemas no futuro próximo.

 

 

Eficiência - Oportunidades de otimização

 

O widget de Efficiency (Eficiência) é o status dos alertas relacionados à eficiência dos objetos monitorados pelo vRealize Operations. Geralmente, os alertas de eficiência no vRealize Operations Manager indicam que você pode recuperar recursos. Você pode criar um ou mais widgets de eficiência para os objetos que você adicionar aos seus dashboards personalizados.

 

 

Alertas

A lista de alertas consiste em todos os alertas gerados no vRealize Operations Manager. Os alertam notificam quando ocorre algum problema no seu ambiente. Você usa a lista de alertas para determinar o estado do seu ambiente e para começar a resolver os problemas.  Pode haver alertas relativos a Integridade, Risco ou Eficiência.

 

Identificar uma restrição de recurso


O vRealize Operations Manager fornece aos administradores informações simples e avançadas, necessárias para garantir que as máquinas virtuais tenham a quantidade ideal de recursos alocados.  Uma máquina virtual pode ter sido aprovisionada com muito mais recursos do que o necessário para oferecer suporte a uma aplicação.  Isso leva a desperdício e ineficiências que aumentam os custos e criam restrições artificiais em uma infraestrutura virtual que, em outros aspectos, é bem projetada.

Por um lado, as máquinas virtuais podem também ficar involuntariamente carentes de recursos devido à alocação insuficiente de recursos.  Em uma infraestrutura virtual altamente eficiente, é importante identificar e corrigir esses desequilíbrios e ajustar as alocações de máquina virtual ao nível apropriado de cada aplicação.

Felizmente, o vRealize Operations Manager oferece visualizações e relatórios para ajudar a identificar esses desequilíbrios, chegando até mesmo a fazer recomendações sobre a alocação adequada dos recursos.  Isso é conhecido como "Right-Sizing", e esse módulo mostrará como identificar recursos com restrições.


 

Abrir o navegador Firefox na barra de tarefas de início rÁpido do Windows

 

  1. Clique no ícone do Firefox na barra de tarefas de início rápido do Windows.

 

 

Selecione o ítem de menu HVM do vRealize Operations Manager

 

  1. Selecione o botão vRealize Operations Manager.
  2. Selecione vRealize Operations - HVM no menu suspenso.  O HVM é uma máquina virtual histórica usada para o ambiente de laboratório prático.

HVM significa "Modo de exibição histórica". Ele nos permite mostrar dados muito mais abrangentes nesse laboratório do que seria possível com uma instância em tempo real do vRealize Operations Manager.  Entretanto, não poderemos fazer alterações permanentes no ambiente de HVM (como o redimensionamento de máquinas virtuais).

 

 

Fazer login no vRealize Operations Manager

 

  1. Faça login no vRealize Operations Manager com as credenciais a seguir.
Nome de usuário: Admin
		Senha: VMware1!

2.      Clique no botão Login.

 

 

Identificar uma restrição de recurso

Nas etapas a seguir, você identificará uma restrição de recurso de uma máquina virtual e aprenderá como remediar esse problema usando uma ação recomendada.  Embora seja suficiente para corrigir o problema, isso pode indicar que há outros problemas no ambiente que precisam ser abordados.

Em seguida, você vai explorar o cluster e o sistema do host para determinar o que está provocando restrições de recursos na máquina virtual.

 

 

Observar alertas

 

Os alertas se dividem em três categorias principais: Integridade (Health), Risco (Risk) e Eficiência (Efficiency).  Os alertas de integridade indicam problemas imediatos que precisam de sua atenção (como a perda de conectividade de rede ou uma máquina virtual com carga de trabalho anormalmente alta).  Por outro lado, os alertas de Risco oferecem a você um aviso prévio de que pode haver problemas e que devem ser tratados em breve.  Nesta etapa, você verificará de forma proativa os problemas de Risco no ambiente concentrados na máquina virtual "vdp-mgmt".

  1. Clique no ícone Alerts.
  2. Clique no ícone Risk para filtrar somente os alertas de Risco.  Você verá uma máquina virtual, vdp-mgmt, com um alto uso de memória contínuo, o que causa sobrecarga.  O que isso significa?
  3. Clique no texto de alerta para analisar seus detalhes.

 

 

Obter detalhes do alerta

 

O vRealize Operations Manager fornece a você detalhes adicionais sobre o alerta e o que ele significa e recomenda ações para corrigir o problema. Analise as informações do resumo do alerta.  Há uma nota realçando que os detalhes adicionais podem ser encontrados na guia Analysis Stress. Analisaremos a tela Stress mais adiante neste módulo. Contudo, por enquanto, vejamos o que acontece quando você aceita a recomendação de adicionar mais memória à máquina virtual.

  1. Clique no botão Set Memory for VM.

 

 

 

Remediar sobrecarga de memória

 

O botão Set Memory for VM inicia uma "ação" para adicionar mais memória à máquina virtual.  Em vez de abrir o vSphere Client para realizar essa tarefa, você pode fazê-lo na interface de usuário do vRealize Operations Manager.

O vRealize Operations Manager não só identificou que esta máquina precisa de mais memória mas também forneceu um valor recomendado de memória a ser adicionada.  Como você pode ver no assistente, a memória atualmente alocada para a máquina virtual possui cerca de 6 GB.  O vRealize Operations preenche automaticamente a entrada "New (MB)" para você com um valor recomendado.  Naturalmente, você pode alterar esse valor conforme desejado.

Você também tem a opção de permitir ou não o desligamento como parte da ação e/ou tirar um snapshot antes que a ação adicione memória.  Se sua máquina virtual permite adição dinâmica de memória, então nenhuma ação relacionada a desligamento será necessária.

Normalmente, você clicaria em "Begin Action" para fazer o vRealize Operations Manager trabalhar juntamente com o vCenter para atualizar as configurações de memória da máquina virtual.  Entretanto, como estamos usando o vRealize Operations Manager no Modo de exibição histórica, haverá falha nessa ação.

  1. Clique no botão Cancel.

 

 

Alternar para o objeto da mÁquina virtual

 

Atualmente, você está exibindo as informações do resumo do alerta.  Analisaremos a máquina virtual conforme sugerido no resumo do alerta.

  1. Clique na máquina virtual vdp-mgmt em Impacted Object no Painel de navegação.

 

 

Expandir exibição de objeto

 

  1. Clique em >  para alterar a exibição para a hierarquia relacionada ao objeto.  

 

 

Exibição de hosts e cluster

 

  1. Clique em vSphere Hosts and Clusters para filtrar os objetos pais para que mostrem apenas hosts e clusters.
  2. Clique em > para expandir Hosts and Clusters

 

 

Guia Analysis

 

  1. Clique na guia Analysis para analisar detalhes sobre a máquina virtual vdp-mgmt.

 

 

Alternar de carga de trabalho para exibição de sobrecarga

 

  1. Clique na guia Stress para alterar de Carga de trabalho (Workload) para exibição de sobrecarga (Stress).

 

 

Analisar sobrecarga

 

Conforme sugerido, analise a guia Stress para essa máquina virtual.

A guia Stress exibe as exigências do objeto selecionado durante um período de tempo. A análise compara a carga de trabalho de um objeto com sua capacidade. A pontuação de Stress ajuda a identificar hosts e máquinas virtuais que não têm recursos suficientes alocados ou hosts que executam muitas máquinas virtuais.

A guia Stress informa onde a máquina virtual está mais sobrecarregada.  A sobrecarga de memória é crítica.  Você pode ver em "Stress Breakdown" que a CPU também está sofrendo sobrecarga, mas neste cenário, a sobrecarga de memória é mais impactada.  Isso possibilita que você se concentre nas áreas problemáticas ao mesmo tempo que não precisa adivinhar para onde ir para tratar o problema.

No gráfico "Business Week Workload", você encontrará os níveis de sobrecarga para cada hora de cada dia da semana, com média calculada das últimas seis semanas.  Essa é uma forma fácil de encontrar pontos de concentração de sobrecarga de um objeto.  Por exemplo, uma máquina parece estar sobrecarregada na maior parte do tempo, mas apresenta maior sobrecarga de quarta a sexta-feira. Pode valer a pena investigar os "pontos de concentração" para obter mais detalhes.

 

 

Analisar sobrecarga (continuação)

 

Role para baixo na guia Stress e observe o gráfico de relacionamento, com o título "Stress in Related Objects".  Nele, você pode fazer uma rápida análise para compreender se o problema é isolado em um objeto determinado ou se é parte de uma restrição de recursos mais disseminada.

1.  Passe o mouse sobre o ícone do sistema do host w2-mgmtpm-1.mgmt.local.  Quando você passar o mouse sobre um ícone de objeto, um painel de informações será exibido, mostrando o status geral desse objeto.  O objeto que selecionamos é o "pai" da nossa máquina virtual (sistema do host w2-mgmtpm-1.mgmt.local).  Observação: O laboratório pode mostrar um host diferente.  

2.  O sistema do host tem um ícone verde para Stress.  Entretanto, podemos também ver que os ícones de Time Remaining e Capacity Remaining estão vermelhos, indicando problemas no futuro.

3.  Clique no ícone do sistema do host pai w2-mgmtpm-1.mgmt.local.

Quando você clicar no ícone de um objeto, todos os objetos não relacionados no gráfico de relacionamento ficam obscurecidos para que seja possível avaliar com facilidade e identificar os objetos que se relacionam na hierarquia, como objetos pais, filhos e os de mesmo nível do objeto selecionado. Por exemplo, com o sistema do host selecionado, o gráfico é filtrado para mostrar apenas as máquinas virtuais dos objetos de mesmo nível que compartilham o mesmo sistema do host.

Com o filtro aplicado, é fácil decidir se o problema de sobrecarga é isolado em uma máquina virtual ou se está afetando outros sistemas também.  Além disso, os objetos filhos (como o armazenamento e a rede) podem estar ter participação na sobrecarga, neste cenário, os objetos filhos não possuem nenhuma colaboração à sobrecarga em análise.

 

 

Analisar capacidade restante

 

Como o ícone Capacity Remaining do sistema do host estava vermelho, exploraremos isso em seguida.

  1. Clique na guia Capacity Remaining.  Nessa guia, podemos ver que Memory Capacity se esgotou.  Isso não é uma surpresa, mas podemos também confirmar que há restrições de CPU no host.  Isso ajuda a restringir o foco para solução e remediação de problemas.  O ícone do sistema do host ainda está selecionado no gráfico de relacionamento.  Conforme esperado, o ícone do sistema do host está vermelho, mas ele também está vermelho para outros objetos de máquina virtual em execução no host. Isso precisa ser tratado antes que se torne um problema!
  2. Clique duas vezes no ícone Host.  Quando você clicar duas vezes em um objeto na árvore de relacionamento, o vRealize Operations Manager navegará até a guia Analysis desse objeto.

Observação: Ocasionalmente, o clique duplo pode não funcionar se você clicar muito rápido.  Tente novamente se a exibição não se alterar.

 

 

Analisar a capacidade do sistema do host pai

 

Agora, estamos analisando a Capacidade restante de w2-mgmtpm-1.mgmt.local.

Embora a memória restante seja de apenas 12%, como você pode ver, o host está restrito pela CPU, com 0 MHz de CPU disponível.  Vamos investigar mais profundamente para ver como isso pode ser resolvido.

 

 

Analisar a capacidade do sistema do host pai (continuação)

 

Role para baixo na guia Capacity Remaining e encontre o gráfico de relacionamento Capacity Remaining in Related Objects.  Como ocorre com o gráfico de relacionamento da máquina virtual, você pode concentrar o gráfico em um subconjunto de objetos relacionados.

  1. Clique no ícone do objeto pai, o cluster mgmt-mgmt. Com esse filtro de foco, podemos ver que há dois outros objetos de mesmo nível no cluster com esse host.  Um deles tem um ícone Capacity Remaining vermelho, e o outro, um ícone verde.  Isso indica um desequilíbrio no cluster.  Há recursos disponíveis, mas eles não estão sendo usados de forma eficiente.  Os módulos 2, 3 e 4 continuam com a recuperação de recursos, adicionando hardware e reequilibrando um cluster.  

Você alcançou o fim do módulo, feche todos os navegadores da Web abertos.

 

Conclusão do módulo


Você concluiu o Módulo 1: Capacidade em risco do laboratório vRealize Operations e vRealize Business: otimizar a utilização do processamento.

Neste módulo você aprendeu sobre:  

Sinta-se à vontade para prosseguir para qualquer módulo do seu interesse:

Módulo 1 - Capacidade em risco (15 minutos)

Módulo 2 - Recuperação de recursos (15 minutos)

Módulo 3 - Adição de novo hardware com projetos de capacidade (15 minutos)

Módulo 4 - Equilíbrio da carga de trabalho (15 minutos)

Módulo 5 - Alinhamento de negócios (30 minutos)


Módulo 2 - Recuperação de recursos (15 minutos)

Introdução à recuperação de recursos


Neste módulo, seremos orientados para determinar se há recursos desperdiçados no ambiente que podem ser recuperados.  Muitas empresas estimam que 10% de seus recursos de processamento estão sendo consumidos por máquinas virtuais ou aplicações inativas ou abandonadas. A primeira etapa para recuperar recursos não utilizados é identificar os recursos potencialmente inativos.


Localização de recursos a serem recuperados


Neste módulo, usaremos o vRealize Operations Manager para determinar se há recursos que podem ser recuperados no ambiente.


 

Se já estiver no vRealize Operations HVM; caso contrário, prossiga para a próxima etapa

 

  1. Dependendo do último módulo no qual você trabalhou, sua tela pode ter uma aparência diferente.  Se você já estiver conectado ao vRealize Operations Manager - HVM, clique no ícone Home e pule quatro páginas até a etapa Pesquisar o cluster deste módulo.  Caso contrário, prossiga para a próxima etapa.

 

 

Abrir o navegador Firefox na barra de tarefas de início rÁpido do Windows

 

  1. Clique no ícone do Firefox na barra de tarefas de início rápido do Windows.

 

 

Abrir a guia vRealize Operations Manager

 

1. Selecione a pasta do marcador do vRealize Operations Manager.

2. Selecione vRealize Operations - HVM no menu suspenso. HVM significa "Modo de exibição histórica". Ele nos permite mostrar dados muito mais abrangentes nesse laboratório do que seria possível com uma instância em tempo real do vRealize Operations Manager.  Entretanto, não poderemos fazer alterações permanentes no ambiente de HVM (como o redimensionamento de máquinas virtuais).

 

 

Fazer login no vRealize Operations Manager

 

1. Faça login no vRealize Operations Manager com as seguintes credenciais.

Nome de usuário: Admin
Senha: VMware1!

2. Clique no botão Login.

 

 

Pesquisar o cluster

 

Neste módulo, vamos nos concentrar no cluster com o nome mgmt-mgmt.  Este cluster tem o potencial de apresentar máquinas virtuais dimensionadas de forma inadequada para sua carga de trabalho.  Ao examinar o cluster em busca de máquinas virtuais com dimensionamento de capacidade de processamento potenciais a serem recuperados, também procuraremos snapshots antigos no cluster e máquinas virtuais ociosas ou desligadas.

1. Na barra de pesquisa no canto superior direito, digite mgmt-mgmt. Ela deve ser preenchida automaticamente.  Dependendo do último módulo no qual você trabalhou, sua tela pode ter uma aparência diferente.  

2. Selecione o link para o cluster mgmt-mgmt.

 

 

Análise

 

Você verá os indicadores correspondentes ao estado da máquina virtual mgmt-mgmt com suas respectivas cores de seu estado atual nas três disciplinas: Integridade, Risco e Eficiência.

1. Selecione a guia Analysis.

 

 

Capacidade recuperável

 

1. Clique no botão de seta até que Reclaimable Capacity esteja visível.

2. Clique na guia Reclaimable Capacity.

 

 

Identificar a capacidade recuperável do cluster

 

No painel Reclaimable Capacity Breakdown, você poderá ver que os recursos de CPU, memória e espaço em disco disponíveis e que podem ser recuperados.  Esses recursos já foram alocados para máquinas virtuais, mas o vRealize Operations Manager descobriu que eles não estão sendo usados de forma eficiente.  O uso ineficiente ocorre quando:

Neste cluster, podemos ver que há memória disponível de máquinas virtuais ociosas e dimensionadas em excesso.  Podemos recuperar essa memória redimensionando ou removendo essas máquinas, e isso liberaria memória que pode ser fornecida à máquina virtual sobrecarregada que avaliamos no início deste módulo.

Então, por onde começamos?

1.    Clique no link Virtual Machine Reclaimable Capacity em Further Analysis.

 

 

Capacidade recuperável da máquina virtual

 

Esta visão fornece mais informações sobre as máquinas virtuais que têm recursos recuperáveis.  Agora podemos ver, no segundo painel, quais máquinas virtuais podem ter CPU, memória e/ou armazenamento extra.  Podemos também ver se há snapshots antigos da máquina virtual ou se ela está Desligada.

 

 

Visualizar a capacidade recuperável da máquina virtual

 

Vamos nos concentrar em localizar máquinas virtuais com CPUs com aprovisionamento em excesso.  Podemos classificar as colunas em Ordem crescente ou Ordem decrescente.

1. Passe o mouse sobre o Reclaimable CPU Core; uma seta para baixo será exibida.  Clique no botão de seta para baixo ao lado da coluna Reclaimable CPU Cores e selecione Sort Descending.

Agora vemos que a vra7-01a-mgmt, de acordo com a análise do vRealize Operations, pode estar com aprovisionamento de 3 vCPUs acima do necessário. É claro, provavelmente seria conveniente ver informações mais detalhadas sobre o uso de CPU da máquina e conversar com o proprietário do servidor antes de tomar qualquer medida, e esse é um ótimo ponto de partida para essa conversa.

Vamos reunir alguns outros detalhes para essa conversa.

2. Clique no link da máquina virtual vra7-01a-mgm.

 

 

Navegar até a máquina virtual

 

1. Agora, estamos vendo a tela com detalhes e propriedades relativas à máquina virtual vra7-01a-mgmt e não mais do cluster mgmt-mgmt.

2. Selecione a guia Analysis.

 

 

Analisar a capacidade recuperável da máquina virtual

 

Agora podemos ver que não só esta máquina virtual está com excesso de memória dimensionada, mas a CPU também está.  Isso deve nos fornecer informações suficientes para tomar medidas ou discutir o redimensionamento da máquina virtual com o proprietário.

 

 

Snapshots antigos

 

Agora vamos localizar quais máquinas virtuais podem ter snapshots antigos.  Vamos voltar à tela original que estávamos analisando.

1. Clique no botão de seta para nos levar de volta às informações do cluster mgmt-mgmt.

 

 

Classificar por snapshots antigos

 

Estamos agora de volta à visão de Reclaimable Capacity que estávamos analisando anteriormente.  Agora, vamos classificar as colunas por Old Snapshot.

1. Clique na coluna Old Snapshots duas vezes para classificar.

Desta forma, podemos ver quais máquinas virtuais têm snapshots antigos associados a elas.

 

 

Máquinas virtuais desligadas

 

Assim como descobrimos uma máquina virtual aprovisionada com excesso de CPU e algumas máquinas virtuais com snapshots antigos, vamos procurar máquinas virtuais que estejam desligadas.

1. Clique na coluna Power State até que a seta esteja voltada para cima.  Existem muitas máquinas virtuais às quais são atribuídos recursos e que não estão mais em uso.  Com esta ordenação, podemos analisar e identificar eventuais máquinas virtuais que podem ser removidas.

 

Você alcançou o fim do módulo, feche todos os navegadores da Web abertos.

 

Conclusão do módulo


Você concluiu o Módulo 2: Recuperação de recursos do laboratório vRealize Operations e vRealize Business: otimizar a utilização do processamento.

Neste módulo você aprendeu sobre:  

Sinta-se à vontade para prosseguir para qualquer módulo do seu interesse:

Módulo 1 - Capacidade em risco (15 minutos)

Módulo 2 - Recuperação de recursos (15 minutos)

Módulo 3 - Adição de novo hardware com projetos de capacidade (15 minutos)

Módulo 4 - Equilíbrio da carga de trabalho (15 minutos)

Módulo 5 - Alinhamento de negócios (30 minutos)


Módulo 3 - Adição de novo hardware com projetos de capacidade (15 minutos)

Introdução à adição de novo hardware com projetos de capacidade


O vRealize Operations Manager não só alerta sobre potenciais restrições de recurso antes que elas se tornem um problema, mas também permite que você analise qualquer alteração planejada no ambiente e compreenda como essas alterações podem afetar a capacidade.

Nos módulos anteriores e seguintes, vemos as opções de recuperação de recursos e reequilíbrio de cargas de trabalho existentes para minimizar de forma proativa as restrições de capacidade.  O planejamento de capacidade também fornece uma forma de "congelar" a capacidade de projeto planejada de modo que ela seja considerada na análise de capacidade.  Em alguns casos, novo hardware ou capacidade adicional podem ser necessários, e os projetos no planejamento de capacidade podem ser projetados para considerar também essas situações.

Neste módulo, veremos como criar um projeto de capacidade para compreender o impacto da adição de mais recursos e cargas de trabalho.


Planejamento de alterações de capacidade


Neste módulo, usaremos o vRealize Operations Manager para nos ajudar a planejar capacidade e demanda adicionais.


 

Se já estiver no vRealize Operations HVM, caso contrário prossiga para a próxima etapa

 

  1. Se você já estiver conectado ao vRealize Operations Manager - HVM, clique no ícone Home e pule quatro páginas até a etapa Pesquisar a máquina virtual vdp-mgmt deste módulo.  Caso contrário, prossiga para a próxima etapa.

 

 

Abrir o navegador Firefox na barra de tarefas de início rÁpido do Windows

 

  1. Clique no ícone do Firefox na barra de tarefas de início rápido do Windows.

 

 

Abrir a guia vRealize Operations Manager

 

1. Selecione a pasta do marcador do vRealize Operations Manager.

2. Selecione vRealize Operations - HVM no menu suspenso. HVM significa "Modo de exibição histórica". Ele nos permite mostrar dados muito mais abrangentes nesse laboratório do que seria possível com uma instância em tempo real do vRealize Operations Manager.  Entretanto, não poderemos fazer alterações permanentes no ambiente de HVM (como o redimensionamento de máquinas virtuais).

 

 

Fazer login no vRealize Operations Manager

 

1. Faça login no vRealize Operations Manager com as seguintes credenciais:

Nome de usuário: Admin
Senha: VMware1!

2. Clique no botão Login.

 

 

Pesquisar a máquina virtual vdp-mgmt

 

Nos módulos anteriores, identificamos o risco da capacidade e demonstramos a opção de recuperar recursos.  Agora exploraremos a opção de adicionar novo hardware para mitigar o risco de capacidade ao mesmo tempo que também consideramos a demanda adicional.

  1. Na Barra de pesquisa, digite vdp-mgmt.
  2. Clique na máquina virtual vdp-mgmt para exibir os detalhes dessa máquina virtual.

 

 

Revisar os alertas

 

  1. Na guia Summary, podemos ver alertas que foram acionados na máquina virtual vdp-mgmt:

A máquina virtual tem alto uso contínuo de CPU, o que causa sobrecarga

A máquina virtual tem alto uso contínuo de memória, o que causa sobrecarga

  1. Clique na guia Environment.

 

 

Revisar o ambiente da máquina virtual

 

  1. Na guia Environment, role para baixo para analisar a integridade dos objetos relacionados ao vdp-mgmt.  

De forma geral, parece que a máquina virtual está com a integridade adequada, entretanto precisamos pesquisar por que a máquina virtual vdp-mgmt está recebendo alertas sobre alto uso de CPU e memória, e o que estaria causando a sobrecarga.

  1. Passe o mouse sobre Host System realçado em cor verde
  2. Observe que Time Remaining e Capacity Remaining estão em estado "Critical" (Crítico).

 

 

Analisar a integridade do cluster

 

  1. Role até Cluster Compute Resource.
  2. Analise o Recurso computacional de cluster.
  3. Passe o mouse sobre o Recurso computacional de cluster realçado em cor verde.
  4. Observe que Time Remaining e Capacity Remaining estão em estado "Critical" (Crítico).
  5. Clique duas vezes no Cluster Compute badge realçado em verde para que o mgmt-mgmt se aprofunde nos detalhes do cluster.
  6. Se por alguma razão, você clicar duas vezes e não o levar para os detalhes do cluster mgmt-mgmt, então pesquise por mgmt-mgmt na barra de pesquisa.

 

 

Aprofundar-se nos detalhes do cluster

 

  1. Depois de clicar duas vezes no indicador do cluster, você deverá visualizar os detalhes do cluster mgmt-mgmt.

Muito embora os outros indicadores de integridade estejam verdes, eles representam o estado do host ou cluster neste momento.  Time Remaining e Capacity Remaining estão identificando um risco futuro.  Quantos novos hosts deveríamos adicionar para lidar com essa restrição?  O que acontecerá se adicionarmos mais uma máquina virtual ao cluster?  Criaremos um novo projeto para adicionar capacidade e demanda para descobrir!

  1. Clique na guia Projects.

 

 

Criar um novo projeto

 

  1. Por padrão, a guia Projects exibirá o recurso mais restringido para ajudar você a decidir quais tipos de projetos você precisará criar.  Neste caso, Memory Consumed é o mais restringido.
  2. Clique no ícone de adição verde para adicionar um projeto.

 

 

Criação de projeto

 

Um projeto planejado (Planned) pode ser usado para compreender como as alterações afetarão a previsão de capacidade.

Um projeto comprometido(Commited) afetará a análise de capacidade e pode ser usado para "congelar" recursos para um projeto até que as alterações sejam implementadas.  Com um projeto comprometido, você pode garantir que os recursos do projeto estarão disponíveis.

  1. Insira Add Capacity and VM Demand como nome do seu projeto.
  2. Defina o Status como Planned.
  3. Clique em Scenarios.

 

 

Adicionar cenário de capacidade

 

É possível criar muitos cenários em um projeto. Primeiro, criaremos capacidade extra, adicionando um host.

  1. Clique duas vezes ou arraste add Host System para o espaço de trabalho do cenário.

Podemos agora especificar os detalhes do cenário, como Scenario Name, Scenario Description, Implementation Time and Date e as especificidades das alterações.

2.     Defina a Implementation Date como daqui a duas semanas.

Você pode definir a configuração do host pessoalmente ou, o que ainda é melhor, pode usar um modelo de host existente para o seu cenário.

3.     Clique no botão Populate metrics from....

 

 

Copiar configuração de host de outro host

 

  1. Use o menu suspenso para exibir os hosts disponíveis para copiar valores de métricas.
  2. Clique duas vezes em w2-mgmtpm-7.mgmt.local.
  3. Clique em OK (não mostrado).

 

 

Salvar cenário

 

Os valores das métricas do seu novo host são preenchidos previamente com base no comportamento do host que você utilizou como referência. Neste ponto, você está somente adicionando um único host.  Como isso afetará seu Consumo de memória?

  1. Analise as Métricas quanto à capacidade adicionada (pode ser necessário rolar a tela).
  2. Clique no botão Save project and continue editing.

 

 

Alterar data exibida

 

Como este laboratório está usando HVM (Modo de exibição histórica), os dados são captados a tempo.  Dependendo da data atual e da data de implementação, você pode ver o cenário no gráfico (conforme mostrado na captura de tela) ou não.  Para ver o seu cenário atualizar o intervalo de datas:

  1. Clique no ícone Date.
  2. Modifique o Date Range.
De: Data de hoje <Today's Date>
Para: Daqui a 1 mês <1 month out>
  1. Clique em Go.

 

 

Analisar impacto da capacidade adicionada

 

  1. O cenário de Adicionar capacidade está agora anotado na linha de tendência, e você pode ver o impacto no Consumo de memória.  Neste projeto, um host será suficiente para evitar que tenhamos problemas.

Em seguida, presumiremos que uma máquina virtual será adicionada ao cluster antes que o novo host seja adicionado.  Veremos como isso impacta nosso cluster antes e depois que o host for adicionado.

 

 

Adicionar cenário de máquina virtual

 

  1. Clique duas vezes em Add Virtual Machine ou arraste a opção para o espaço de trabalho do cenário.
  2. Defina Implementation Date como uma semana a partir da data hoje (certifique-se de que esta data seja definida como uma data anterior ao cenário Add Capacity - Adicionar capacidade).
  3. Clique no botão Populate metrics from....

 

 

Usar configuração de máquina virtual predefinida

 

  1. Para utilizar o valor médio do comportamento as métricas de todas as máquinas virtuais como referência, use a seta suspensa para selecionar AVERAGE.
  2. Clique em OK.

 

 

Analisar impacto de máquina virtual adicionada

 

  1. Clique em Save project and continue editing.
  2. O cenário Adicionar máquina virtual ( Add Demand: Add Virtual ) está agora anotado na linha de tendência, e você pode ver o impacto da máquina virtual adicional e do host acrescentado no Consumo de memória.  Ainda há restrições de memória quando adicionamos a nova máquina virtual (1.2), mas essa restrição será removida quando o novo host for adicionado (1.1).
  3. Clique em Save.

 

 

Adicionar projeto ao gráfico

 

Agora que criamos o projeto Add Capacity and VM Demand, precisaremos adicionar o projeto à barra de gráficos para ver o efeito nos recursos do gráfico.

Você tem a opção de arrastar e soltar ou adicionar o projeto.

  1. Arraste e solte o projeto na barra de gráficos ou
  2. Clique no sinal de adição branco no ícone do círculo verde para adicionar o projeto ao gráfico.

 

 

Analisar gráfico com projeto

 

Quando você tem vários projetos, é possível combiná-los no gráfico Capacity Trend e obter uma melhor compreensão do impacto total, bem como de como a tendência ao long do tempo poderá influenciar a disponibilidade de recursos.  Neste exemplo, implementaremos a demanda de máquina virtual adicional antes de adicionarmos uma nova capacidade.  Podemos criar novos projetos e acrescentando-os ao gráfico para nos ajudar a tomar melhores decisões de negócios em relação ao planejamento de capacidade.

Lembre-se: se você não vir seus cenários, você precisará modificar o Intervalo de datas - Consulte a seção "Alterar data exibida".

Você alcançou o fim do módulo, feche todos os navegadores da Web abertos.

 

Conclusão do módulo


Você concluiu o Módulo 3: Adição de novo hardware com projetos de capacidade do laboratório vRealize Operations e vRealize Business: otimizar utilização de processamento.

Neste módulo você aprendeu sobre:  

Sinta-se à vontade para prosseguir para qualquer módulo do seu interesse:

Módulo 1 - Capacidade em risco (15 minutos)

Módulo 2 - Recuperação de recursos (15 minutos)

Módulo 3 - Adição de novo hardware com projetos de capacidade (15 minutos)

Módulo 4 - Equilíbrio da carga de trabalho (15 minutos)

Módulo 5 - Alinhamento de negócios (30 minutos)


Módulo 4 - Equilíbrio da carga de trabalho - Rebalance Container (15 minutos)

Introdução ao equilíbrio da carga de trabalho


Neste módulo, analisaremos os recursos de reequilíbrio de carga de trabalho do vRealize Operations. Veremos como o vRealize Operations pode equilibrar a distribuição de carga de trabalho em clusters complementando e trabalhando junto com o DRS (Dynamic Resource Scheduler do vSphere), o qual  garante a distruição adequada das cargas de trabalho sobre os clusters.


Equilíbrio e distribuição da carga de trabalho


Em um ambiente virtualizado, mesmo com o melhor planejamento, a distribuição das cargas de trabalho entre hosts, clusters e data centers pode ficar desequilibrada. O desequilíbrio por si só não é um problema, contanto que cada carga de trabalho possa obter os recursos de que precisa sem provocar contenção. Uma contenção acontece quando a carga de trabalho, em um determinado host, solicita mais recursos do que estão disponíveis.

Distributed Resource Scheduler (DRS) é um recurso do vSphere que movimenta as máquinas virtuais (VMs) dentro de um cluster (entre hosts) para garantir que as VMs sejam sempre executadas em um host capaz de oferecer recursos adequados para suporte a sua carga de trabalho. O vRealize Operations Manager consegue mover VMs entre clusters para garantir que eles estejam equilibrados não somente dentro do cluster mas em todo o  ambiente.

A ação Rebalance Container do vRealize Operations Manager permite que você equilibre as cargas de trabalho entre clusters em seu data center ou em data centers personalizados fornecendo a você recomendações de movimentação.  Essas recomendações de movimentação chegam na forma de um plano de ação de reequilíbrio.  O plano lista recomendações de movimentação, mapeamento de cluster de origem para cluster de destino e o motivo do desequilíbrio, seja CPU ou memória. 


 

Se já estiver no vRealize Operations HVM, caso contrário prossiga para a próxima etapa

 

  1. Se você já estiver conectado ao vRealize Operations Manager - HVM, clique no ícone Home e pule quatro páginas até a etapa Reequilíbrio de carga de trabalho deste módulo.  Caso contrário, prossiga para a próxima etapa.

 

 

Abrir o navegador Firefox na barra de tarefas de início rápido do Windows

 

  1. Clique noícone do Firefox na barra de tarefas de início rápido do Windows.

 

 

Abrir a guia vRealize Operations Manager

 

  1. Selecione a pasta do marcador do vRealize Operations Manager.  
  2. Selecione vRealize Operations - HVM no menu suspenso. HVM significa "Modo de exibição histórica". Ele nos permite mostrar dados muito mais abrangentes nesse laboratório do que seria possível com uma instância em tempo real do vRealize Operations Manager.  Entretanto, não poderemos fazer alterações permanentes no ambiente de HVM (como o redimensionamento de máquinas virtuais).

 

 

Fazer login no vRealize Operations Manager

 

1. Faça login no vRealize Operations Manager com as seguintes credenciais:

Nome de usuário: Admin
Senha: VMware1!

2. Clique no botão Login.

 

 

Reequilíbrio da carga de trabalho

Nas próximas etapas e vídeo, você aprenderá como remediar uma restrição de recurso baseada em cluster, reequilibrando as VMs entre clusters usando a ação Rebalance Container.

Observação: É importante manter, dentro do mesmo cluster, o equilibrio de cargas de trabalho semelhantes com prioridade e/ou importância similares para a sua organização. Por exemplo, não seria aconselhável equilibrar cargas de trabalho em um ambiente de teste/desenvolvimento com suas aplicações de missão crítica de produção; isso poderia causar comportamento inesperado no ambiente de produção.

Devido a um volume significativo de recursos necessário para simular um cluster desequilibrado, o que afetaria negativamente o laboratório como um todo, escolhemos fornecer um vídeo da própria ação Rebalance Container.  Antes de vermos o vídeo de demonstração, ofereceremos a você o passo a passo de como acessar e executar a ação de Equilíbrio de carga de trabalho no vRealize Operations.

 

 

Acesso ao dashboard de utilização da carga de trabalho

 

  1. Clique em Home.
  2. Clique em Dashboard List.
  3. Clique em Workload Utilization.

 

 

O dashboard Workload Utilization (Utilização da carga de trabalho)

 

O widget Workload Distribution divide os objetos em 3 categorias;

  1. Underutilized
  2. Optimal
  3. Overutilized

 

 

 

Obter maiores detalhes sobre um recurso com excesso de utilização

 

  1. Na linha Cluster, passe o mouse sobre o cluster mgmt-core na área rosa Overutilized.
  2. Clique em Details

 

 

Detalhes do cluster

 

  1. Você pode ver detalhes sobre por que o cluster está com recursos restritos, observando detalhes sobre Workload, Capacity Remaining e Time Remaining que são apresentados em estado crítico. (Nenhuma ação para esta etapa)
  2. Clique em vSphere Host and Clusters na janela de navegação

 

 

Identifique o data center de cluster com excesso de utilização

 

A exibição Host and Clusters no painel de navegação surgirá evidenciando o cluster que estava em análise.

  1. Clique no menu suspenso ao lado de vSphere Hosts and Clusters.
  2. Clique no objeto do data center msbu-mgmt, que é o cluster com excesso de utilização.

 

 

Status do data center

 

Embora Capacity Remaining e Time Remaining estejam vermelhos no nível do data center, não há problemas de carga de trabalho (Workload) imediatos

 

 

Iniciar ação Rebalance Container

 

  1. Clique no menu suspenso Actions na barra de menus.
  2. A ação Rebalance Container só estará disponível para um data center ou um data center personalizado (nenhuma ação é necessária).

 

 

Analisar ação Rebalance Container

A visão geral da ação Rebalance Container fornece detalhes sobre quais sistemas serão movidos para establecer o equilíbrio do ambiente entre clusters e qual ação será abordada.

Clique no botão Cancel da mensagem de erro, caso ela surja

Na etapa seguinte, você assistirá a um vídeo que demonstra a Redistribuição da carga de trabalho.

 

 

Vídeo - Demonstração de colocação de carga de trabalho (4min6s)

 
 

 

Conclusão do módulo


Você concluiu o Módulo 4: Equilíbrio da carga de trabalho do laboratório vRealize Operations e vRealize Business: otimizar a utilização do processamento.

Neste módulo você aprendeu sobre:  

Sinta-se à vontade para prosseguir para qualquer módulo do seu interesse:

Módulo 1 - Capacidade em risco (15 minutos)

Módulo 2 - Recuperação de recursos (15 minutos)

Módulo 3 - Adição de novo hardware com projetos de capacidade (15 minutos)

Módulo 4 - Equilíbrio da carga de trabalho (15 minutos)

Módulo 5 - Alinhamento de negócios (30 minutos)


Módulo 5 - Alinhamento de negócios (30 minutos)

Introdução ao alinhamento de negócios


Este módulo abrange sobre o vRealize Business. Neste módulo, veremos como podemos compreender e comparar o custo de opções de nuvem pública e privada, bem como os geradores de custo subjacentes de cada opção.

Você também interagirá com a solução redefinindo preços e observando como essas mudanças impactam o custo da nuvem. Ao final deste módulo, você poderá aproveitar as informações que o vRealize Business fornece para tomar decisões baseadas em fatos relativas ao seu data center.


Custos, medição e consumo


Neste módulo, vamos compreender as despesas de nuvem privada e também a medição de custo e o consumo da TI.


 

Abrir o navegador Firefox na barra de tarefas de início rápido do Windows

 

  1. Clique no ícone do Firefox na barra de tarefas de início rápido do Windows.

 

 

Login

 

  1. Clique na guia do vRealize Automation.
  2. Clique no botão Next

 

 

Login

 

  1. Faça login com as seguintes credenciais
Nome de usuário: cloudadmin
Senha: VMware1!

 

 

Verifique se você está conectado corretamente

 

  1. Verifique se você está conectado como cloudadmin. Como o vRealize Automation está usando o vCenter Platform Services Controller para Logon único, você pode ter se conectado automaticamente como um usuário diferente se já se conectou anteriormente ao vSphere Web Client.
  2. Se você não está conectado como cloudadmin, então clique em Logout e faça login com as credenciais corretas.

 

 

Dashboards principais

 

  1. Clique na guia Business Management.

O dashboard Overview fornece uma visão geral de alto nível de nossos custos e demandas de nuvem.

  1. Clique no menu Overview para carregar os dashboards principais do vRealize Business.

Este dashboard é dividido em 3 sessões:

  1. Expenses - Exibe a despesa projetada total de nossas contas de nuvem privada e pública para o mês atual.
  2. Operations - Exibe o número total estimado de máquinas virtuais aprovisionadas nas nuvens privada e pública para o mês atual.
  3. Consumption - Exibe o valor de cobrança projetado para o mês atual.

 

 

Nuvem privada (vSphere)

 

Vamos explorar a Nuvem privada (vSphere) - seção Expenses.

  1. Clique no item de menu Private Cloud (vSphere).

 

 

Nuvem privada (vSphere) - Expenses (Despesas)

 

  1. Clique em Expenses (vSphere).

 

 

Compreensão do dashboard de visão geral das despesas

 

Expenses Overviewé um dashboard no qual as despesas são categorizadas em hardware, armazenamento sob demanda, licenciamento, manutenção, mão de obra, rede, instalações e custos adicionais.

Podemos atualizar o valor das despesas conforme os custos relativos ao nosso data center.  Com base em nossas entradas, o valor final das despesas é calculado. Se não fornecermos entradas relativas às despesas, os valores padrão serão extraídos do banco de dados de referência, que é parte do produto vRealize Business Standard.

OExpenses Overview exibe o custo projetado da nuvem privada do mês atual e a tendência do custo total ao longo do tempo. Para todas as despesas, o vRealize Business Standard exibe a tendência mensal de variações de custo, a despesa real e um gráfico que representa a despesa real e o custo de referência da despesa.

  1. Role a barra para ver todas as categorias de despesa de nuvem privada.

Podemos editar manualmente o custo mensal de todos os oito tipos de despesa do mês atual em diante.

  1. Clique no ícone Edit Expenses para editar o custo mensal por categoria.

 

 

Editar despesas

 

Usando a guia Hardware como exemplo, podemos exibir, adicionar, editar ou excluir o custo de cada grupo de servidor, com base em sua configuração e data de compra. Depois de atualizarmos o custo de hardware do servidor, o vRealize Business Standard atualiza o custo mensal total e o custo mensal médio de cada grupo de servidores. Podemos também ver os detalhes sobre a lista de arrays de armazenamento que o EMC Storage Resource Manager identifica no servidor.

Podemos modificar os custos em todas as 8 categorias. O grupo Hardware é apenas um exemplo. Para obter mais detalhes sobre como editar custos, consulte o HOL-1706-SDC-1.

Para o cumprimento do objetivo deste módulo, não faremos alterações em nenhum custo.

Vamos avançar e compreender a área de apresentação.

  1. Clique em Back to Expenses.

 

 

Consumo: Showback

 

A tela de Showback consiste em fornecer à gerencia de TI uma análise dos custos sobre o consumo de TI de cada departamento sem necessariamente haver alguma cobrança real destes custos.

Vamos explorar a tela de Showback do vRealize Business.

  1. Clique no link Business Management.
  2. Clique em Showback.

 

 

Relatório de Showback

 

  1. Clique em Showback Statement.

A Showback Statement fornece informações sobre as unidades de negócios e serviços, a cobrança mensal projetada e os valores de orçamento do nosso ambiente.

Podemos definir nossas unidades de negócios usando instâncias do vCenter, vRealize Automation ou vCloud Director como conexões do vRealize Business. As unidades de negócios exibem todas as unidades de negócios que tenham os valores de cobrança.

Monthly Budget: Exibe o orçamento mensal total junto com a projeção de cobrança.

Month to Date Charge: Exibe o valor da cobrança total do mês.

Projected Monthly Charge: Exibe os valores da cobrança mensal.

Private Cloud Reclamation: Exibe a o valor de custo das máquinas virtuais dimensionadas em excesso, desligadas ou ociosas. Estas informações se baseiam na integração do vRealize Operations Manager e do vRealize Automation, o que ajuda a identificar a quantidade de recursos que pode ser recuperada e aprovisionada para outros objetos em nosso ambiente ou o valor da potencial economia que pode ser feita por mês.

Podemos clicar em cada valor para ver informações sobre quais máquinas virtuais estão relacionadas à cobrança específica e conhecer as recomendações para aproveitar ao máximo os recursos.

Vejamos informações mais detalhadas sobre a Máquina Virtual ociosa:

  1. Clique em value for Idle VMs.

Observação: Os valores aqui podem não ser os mesmos que estão sendo exibidos em seu laboratório.

 

 

Relatório de Showback: VMs ociosas - relatório de economia

 

Podemos ver aqui toda a economia potencial para o ambiente.

  1. Role para a direita no relatório para ver todas as colunas e detalhes sobre as VMs.

Podemos também aplicar uma pesquisa para filtrar itens como somente VMs ociosas ou VMs desligadas. Em nosso exemplo, vamos pesquisar somente VMs ociosas.

  1. Clique no ícone Search.
  2. Digite Idle.
  3. Clique em Idle VMs.

 

 

Declaração de apresentação: somente VMs ociosas

 

Aqui podemos aplicar o filtro, e exibir um relatório somente com as Máquinas Virtuais ociosas.

 

 

Otimização de data center

 

O vRealize Business fornece a visibilidade do custo da capacidade usada e da capacidade ociosa de cada data centers. O custo é calculado com base nos valores percentuais coletados do vRealize Operations Manager. O custo é classificado em custo de processamento e custo de armazenamento.

  1. Clique no link Business Management.
  2. Clique em Data Center Optimization.

 

 

Área de otimização de data center

 

Podemos ver os custos de Capacidade usada e de Capacidade restantepara os custos de Processamento, Armazenamento e Mão de obra de cada data center. Os dados podem ajudar você a compreender e otimizar a utilização do data center.

  1. Passe o mouse sobre o diagrama do data center para ver mais detalhes sobre os custos de Capacidade utilizada, restante e mão de obra.
  2. Clique no item de menu Overview.

 

Comparação de nuvens


O vRealize Business não só ajuda as empresas a compreender melhor o custo de suas ofertas de nuvem privada como também ajuda a comparar esses custos com ofertas de configuração semelhante de fornecedores de nuvem pública como Amazon Web Services ou Microsoft Azure. Com essas informações, os administradores podem tomar decisões com mais confiança sobre quando aproveitar recursos de nuvem pública e quando fornecer serviços internamente.


 

Comparação de nuvens

 

  1. Clique em Cloud Comparison.

 

 

Comparação de nuvens

 

  1. Clique em Compare new VMs to Cloud.

 

 

Comparação de nuvens

 

A captura de tela mostra uma amostra de comparação de 10 VMs entre nossa nuvem privada, AWS e vCloud Air.

Observação: Os valores numéricos podem ser diferentes em seu laboratório com relação aqueles mostrados na captura de tela.

 

 

Editar Grupo de VMs

 

  1. Clique em My Sample Group para expandir esta seção.
  2. Altere a velocidade da CPU de 1,6 GHZ para 2,4 GHZ para ver como isso afeta os preços.
  3. Clique em More.

Observação: Se a opção More não estiver visível, altere o zoom do navegador para 75%.

 

 

Editar Grupo de VMs

 

  1. Altere Network Attached Storage (NAS) e Storage Area Network (SAN) para 1024 GB.
  2. Clique em Save.

Veja como essas alterações afetam os preços.

 

 

Comparar VMs existentes

 

  1. Clique em Compare Existing VMs to Cloud.

Observação: Os valores numéricos podem ser diferentes em seu laboratório com relação aqueles mostrados na captura de tela

 

 

Comparar VMs existentes

 

Para comparar uma ou mais de nossas VMs existentes:

  1. Clique em Import VMs.

 

 

Importar VMs existentes

 

  1. Certifique-se de que a opção Uncategorized VMs está selecionada.
  2. Marque as três VMs (chg-app-01a, chg-db-01a, chg-web-01a).
  3. Clique em Done.

 

 

Comparar VMs em provedores de nuvem diferentes

 

Observação: Os valores aqui podem ser diferentes dos de seu laboratório.

  1. Analise os custos de cada conjunto de VMs em por provedores de nuvem.
  2. Expanda a VM chg-web-01a.
  3. Ao analisar as propriedades desta VM, você pode ver o valor de tempo de atividade do sistema.

Para VMs que estão ligadas apenas parte do tempo no mês, por exemplo com tempo de atividade do sistema de 20% ou 30%, pode ser mais barato armazená-las em nuvem pública do que em nuvem privada.

Analise as outras VMs.

 

 

Gerenciar provedores de nuvem

 

Podemos determinar qual provedor de nuvem pública será usado para a comparação de custo:

  1. Clique em Manage Cloud providers.

 

 

Gerenciar provedores de nuvem

 

  1. Arraste e solte os provedores de nuvem a serem comparados. 
  2. Clique em Done.

Analise os preços atualizados para os provedores de nuvem selecionados.

 

 

Comparar data centers

 

Podemos comparar os custos entre data centers para determinar qual deles terá o custo mais adequado para receber uma nova carga de trabalho de máquinas virtuais. 

  1. Clique em Compare data centers.

 

 

Comparar data centers

 

  1. Se nossa empresa tivesse mais de um data center, veríamos todos eles listados aqui.  Neste exemplo, apenas vemos o data center RegionA01.  Se mais de um data center tivesse sido configurado, poderíamos compará-los para determinar qual data center seria o melhor para hospedar uma nova carga de trabalho ou mover uma carga de trabalho existente.
  2. O vRealize Business Standard calcula e exibe o custo de execução das máquinas virtuais entre osdiferentes data center.

Você alcançou o fim do módulo, feche todos os navegadores da Web abertos.

 

Conclusão do módulo


Você concluiu o Módulo 5: Alinhamento de negócios do laboratório vRealize Operations e vRealize Business: otimizar a utilização do processamento.

Neste módulo você aprendeu sobre:  

Sinta-se à vontade para prosseguir para qualquer módulo do seu interesse:

Módulo 1 - Capacidade em risco (15 minutos)

Módulo 2 - Recuperação de recursos (15 minutos)

Módulo 3 - Adição de novo hardware com projetos de capacidade (15 minutos)

Módulo 4 - Equilíbrio da carga de trabalho (15 minutos)

Módulo 5 - Alinhamento de negócios (30 minutos)


 

Como encerrar o laboratório

 

Para encerrar o laboratório, clique no botão END.  

 

Conclusion

Thank you for participating in the VMware Hands-on Labs. Be sure to visit http://hol.vmware.com/ to continue your lab experience online.

Lab SKU: HOL-1701-USE-2-PT

Version: 20170502-055245